O que é Reprodução Assistida?

Share on twitter
Share on facebook
Share on whatsapp
O que é Reprodução Assistida?

VOCÊ SABE O QUE É REPRODUÇÃO ASSISTIDA? ENTENDA OS TERMOS E CONCEITOS MAIS IMPORTANTES.

1. REPRODUÇÃO ASSISTIDA: Todo processo reprodutivo assistido (ajudado) pela medicina.

2. GAMETAS: Óvulos (gametas femininos) e espermatozoides (gametas masculinos) são as células precursoras para o surgimento de um novo ser humano.

3. EMBRIÃO: Óvulo fecundado pelo espermatozoide.

4. CONGELAMENTO OU CRIOPRESERVAÇÃO DE GAMETAS: Manter os gametas congelados é uma forma de mantê-los “parados no tempo”, sem que eles sofram a ação do avançar da idade. Por isso o nome, crio = congelar e preservação = manter preservado. Os gametas podem ficar congelados por período indeterminado.

5. CONGELAMENTO OU CRIOPRESERVAÇÃO DE EMBRIÃO: Manter os embriões congelados é uma forma de mantê-los “parados no tempo”, sem que eles sofram a ação do avançar da idade da mãe e do pai. Os embriões podem ficar congelados por período indeterminado.

6. COITO PROGRAMADO: Técnica simples da Reprodução Assistida que acompanha o ciclo menstrual da mulher a fim de se definir o melhor momento para ocorrência da relação sexual, visando gestação.

7. INSEMINAÇÃO INTRA-UTERINA: Técnica de Reprodução Assistida que processa os espermatozoides (sêmen) em laboratório previamente à introdução no trato genital feminino. O depósito do sêmen é feito dentro do útero da mulher.

8. FERTILIZAÇÃO IN VITRO: Técnica mais complexa da Reprodução Assistida que promove a união, em ambiente laboratorial, do óvulo com o espermatozoide. Os embriões formados são cultivados e selecionados.

09. INDUÇÃO DA OVULAÇÃO/ESTIMULAÇÃO OVARIANA CONTROLADA – Etapa indispensável da Reprodução Assistida que consiste na utilização de medicamentos para a produção e liberação de óvulos para serem fecundados pelo espermatozoide.

10. PUNÇÃO OVARIANA PARA ASPIRAÇÃO DE ÓVULOS – Técnica realizada sob anestesia, em procedimentos de Fertilização In Vitro, onde se insere uma agulha guiada por ultrassom endovaginal e se aspira os óvulos estimulados, para fecundação pelos espermatozoides e formação dos embriões.

11. ANÁLISE GENÉTICA EMBRIONÁRIA: Estudo da viabilidade genética/cromossômica dos embriões previamente à transferência deles para o útero.

12. TRANSFERÊNCIA EMBRIONÁRIA: Ato médico de depositar os embriões selecionados no útero.

13. IMPLANTAÇÃO EMBRIONÁRIA: Mecanismo do embrião em “germinar”, “enraizar”, “grudar” no útero.

Últimos artigos

Sign up to On-line Consultation:

Pellentesque non dignissim metus. Fusce vitae ex turpis. Pellentesque auctor vulputate

Morbi gravida volutpat tempor. Duis velit ex, dapibus id arcu vitae, tincidunt suscipit lorem. Phasellus consectetur a metus at vehicula. Suspendisse dictum

-20%

World Leader in Vaccination for Life!

Mauris ut hendrerit diam. Sed eget blandit purus. Quisque dignissim non nisl aliquam faucibus

Get Discount Coupon Here
Infectious Disease Physician

Proin lacinia, est lobortis iaculis pulvinar, sapien erat rhoncus nisi, sed elementum risus urna non quam. Sed eu erat vulputate, euismod sem a, tristique sapien. Aliquam sagittis iaculis diam, vitae hendrerit lorem vulputate eleifend